Se você já viu esses nomes, é muito provável que tenha deduzido que são sinônimos. Os nomes são tão semelhantes que até parece uma pegadinha de Baco...
 
Até pouco tempo atrás, praia e piscina eram sinônimos de cerveja. Mas, se você der uma olhada mais atenta, à sua volta, verá que também há, nesses locais, consumidores de vinho. E por que não?
 
Muitos vinhos são conhecidos e reconhecidos não pelas uvas das quais são feitos, mas por nomes geográficos, como os Bordeaux franceses, os Chianti italianos, os Rioja espanhóis... Por que será que isso acontece?
 
Antes de mais nada, são o sonho de todo enólogo! E de todo enófilo experiente!
 
Não fique intimidado com o mundo do vinho. Ele pode ser complicado, sim. Mas ele pode ser simples, também.
 
Não se surpreenda ao saber que algumas pessoas cospem o vinho... E saiba que essas pessoas amam o vinho; muitas delas dedicam sua vida a ele...
 

Você sabia?

O vinho é tão importante na história da humanidade, que inúmeras são suas lendas! Muitas delas relacionadas aos gregos e romanos...
 
Pense num vinho temperado com especiarias, casca de laranja, servido quase fervendo. Não, não pense em festa junina. Não estamos falando do nosso delicioso vinho quente servido em volta da quadrilha; estamos falando de Glühwein, o vinho quente europeu.
 
Em 1953, em Londres, a Companhia dos Negociantes de Vinho definiu um exame para medir a qualidade profissional no ramo. Somente 6 pessoas passaram no exame, e passaram a ser reconhecidas como Masters of Wine.
 
Sim, a cor de um vinho pode ser laranja. Se você ainda não ouviu falar nisso, essa é a hora. Se você ainda não experimentou, essa também é a hora!
 
Os mitos do vinho são quase tão inúmeros quanto as lendas urbanas... Não acredite em tudo o que ouve, e desconfie dos entendidos de plantão...
 
Um convite para lá de atrativo... Que tal entender como as rolhas de cortiça são produzidas?
 
O vinho é feito para tornar a vida mais divertida e mais saudável. Mas esse é um universo às vezes tão intimidador, que a figura do enochato já é até conhecida. Sabe como identificá-lo?
 
Esse é um assunto interessante de discutir, além de polêmico. Será que só tem vinho bom, quando o preço é alto? De jeito nenhum!
 
Vira e mexe aparecem por aí rankings dos países produtores de vinho. Mas comparando todos eles, há sempre mais consensos que discordâncias. França e Itália, por exemplo, disputam acirradamente o primeiro lugar.
 
Se você for um deles, acompanhe... Você vai perceber que, quando o assunto é vinho, assunto é o que não falta!
 
Afinal, que uvas são essas, e o que quer dizer a expressão “corte bordalês”?
 
Há quem, diante dessa imagem, se emocione com esse processo tão tradicional, atualmente quase que reservado para os melhores vinhos de Portugal.
 
Os vinhos com açúcar residual são tratados de modo injusto... E entre eles estão alguns dos melhores vinhos do mundo! Vamos repensar esse assunto? 
 

Robert Parker

Aos 20 anos de idade, o então estudante de direito Robert Parker passou um mês de férias na francesa Alsácia, quando surgiu seu interesse por vinhos, que mudou sua vida, e influenciou o mercado mundial dessa bebida!
 
Uma das muitas delícias que o vinho proporciona é o vasto conhecimento à disposição, para aqueles que buscam entender o seu universo.
 
De todos os processos que envolvem o plantio da uva e a produção do vinho, a colheita parece ser o mais simples deles. Ledo engano.
 
Esse é um adjetivo que anda na moda, no mundo dos vinhos. Alguns enólogos orgulham-se ao afirmar que produzem vinhos autênticos. Você sabe o motivo?
 
Alguns rótulos nos contam com qual uva, ou quais uvas, aquele vinho é feito. Outros rótulos, por sua vez, preferem nos dizer de onde vem aquele vinho. Por quê?
 

Vinho sem uva?

“Vende-se vinho sem uvas. Sem levedura. Sem fermentação”. Parece brincadeira, mas é sério.
 
Era uma vez um médico inglês chamado Christopher Merret (1614/5 – 1695). Era uma vez, um monge francês chamado Pierre Pérignon (1638-1715). Qual deles terá sido, de fato, o pai do vinho espumante?
 
Todo mundo gosta de rankings, ainda mais quando eles nos surpreendem. Veja, por exemplo, o que diz a OIV, em uma análise que acaba de ser divulgada.
 
Como a geração Y vê e consome vinho? Aliás, que geração é essa?
 
Porque vinho e bom humor têm tudo a ver um com o outro! 
 
Dentre as opções disponíveis para o fechamento das garrafas de vinho, a rolha de cortiça ainda é a mais charmosa delas... Então, vamos a elas! 
 
A gente sempre diz para desconfiar de qualquer um que diga saber tudo sobre vinho. É humanamente impossível. Então, sempre há mais o que aprender! Dessa vez, vamos falar dos vinhedos?
 
Quem torce o nariz para os vinhos doces ainda não descobriu o prazer de encerrar uma refeição com eles.
 
O estilo menos conhecido de vinhos é, sem dúvida, aquele que chamamos vinhos de sobremesa. Mas afinal, são vinhos, ou são sobremesas? E são sempre doces?
 

Vinhos e fatos

Degustar um bom vinho é um prazer cada vez mais frequente entre nós, brasileiros. Falar sobre vinho, também. Sendo assim, vamos contribuir com um pouquinho mais de assunto, sobre esse assunto...
 

Da uva ao vinho

Já imaginou se produzir vinho fosse realmente simples, bastando seguir um passo a passo? Nós imaginamos, e nos divertimos...
 
Por meio desta, esclarecemos, a quem possa interessar:
 
Muitas vezes, aqui, falamos em vinhedos localizados em altitudes elevadas, indicando essa situação como positiva para a qualidade das uvas, e dos vinhos. Você sabe a razão?
 
Enólogo é o profissional especialista na produção de vinhos, um sonho para muitos amantes da bebida. Mas como chegar lá?
 
Talvez você já conheça essas expressões, talvez não. Vamos tentar apresentá-las e decifrá-las.
 
Há 2 maneiras muito distintas de analisarmos quem consome mais vinho, ao redor do mundo.
 
Nem todo o rótulo de vinho traz a variedade da uva utilizada na sua produção. Esse é o padrão utilizado em vinhos do Novo Mundo, mas não é o que encontramos na maioria dos rótulos da França, Itália, Espanha, Portugal...
 
Vinhos têm personalidade, isso é certo. Então, você está convidado para uma brincadeira...
 
Os 12 signos do horóscopo chinês estão relacionados a determinadas características, presentes em cada animal, e projetadas nos seres humanos.
 
Frio pede uma taça de vinho. Em alguns dias, parece até que o frio não pede, ele exige uma taça de vinho... Mas e as uvas, lá na vinha, será que gostam também de tanto frio?
 
Impossível viajar pelo mundo do vinho sem nos depararmos com muitas terminologias em outros idiomas. Talvez esse seja, inclusive, um dos muitos charmes e atrativos dessa viagem: aprender!
 
A visão aérea de um vinhedo certamente traz informações diferentes e complementares à visão que o viticultor tem, in loco, e de perto. Pequenas aeronaves, ou helicópteros, são eventualmente utilizados para esse fim, mas seu uso não costuma ser economicamente viável.
 
Existe um mito, que diz que todo vinho bem pontuado é inacessivelmente caro, e isso não é verdade. É possível achar vinhos conceituados a preços bem interessantes. Mas, obviamente, boas pontuações têm sim, influência no preço de mercado de uma garrafa.
 
O mundo da classificação de vinhos degustados e pontuados por críticos especializados não é feito somente de escalas numéricas, que vão até 100. Já ouviu falar em Bicchieri?
 
Para não levar gato por lebre, e nem achar que focinho de porco é tomada, uma série de “desconfusões”:
 
Obviamente, adoramos uma taça de vinho... Mas gostamos tanto de vinho, que apreciamos essa bebida também de outras maneiras. Algumas bem tradicionais, outras bem mais surpreendentes!
 
Quando você acha que já viu tudo sobre a França, aparece um francês fazendo você rever seus conceitos...
 

A arte da poda

A arte da poda consiste em encontrar a relação ideal entre o vigor da planta e a produção de uvas, para uma excelente colheita, e, consequentemente, um excelente vinho.
 
São muitas as variedades da espécie Vitis Vinifera, e cada uma delas é capaz de produzir um vinho único, de características singulares. Mas, e quando elas se juntam?
 
Se o vinho é um reflexo de sua região de origem, é claro que ele não é afetado somente pelo clima local, mas também, pelo solo onde suas uvas foram cultivadas!
 
Sabe aquela vinícola enorme, com vinhedos que se perdem no horizonte, e enormes adegas onde os barris de vinho se enfileram, sem fim? Esqueça, o assunto agora é outro!
 

Fato ou boato?

Que tal esclarecermos alguns pontos? Afinal, isso é fato ou boato?
 
A localização de uma vinha faz toda a diferença no vinho que pode ser produzido. Você nem imagina o quanto...
 
O vinho, mesmo sendo tão antigo e tão tradicional, talvez seja a bebida mais conectada com as questões dos tempos atuais, e das novas gerações.
 
Essa é uma época de festejar. Festejar as amizades, os amores, as conquistas, as superações. Mas essa, também, é uma época de presentear. Nossa sugestão? Vinho!
 
 Há muito assunto sobre o vinho chileno... E são muitas as surpresas!
 
Algumas bebidas são, decerto, bastante associadas às estações do ano, e têm seus próprios ritos de consumo.
 
Fique atento aos tintos chilenos. Você está prestes a assistir a uma interessante mudança de estilo de vinificação. Uma retomada, na realidade, de ideias que haviam ficado para trás.
 
As decisões que o enólogo toma, ao longo de todo processo de produção dos vinhos, têm impacto direto no resultado daquilo que degustaremos... Que tal alguns exemplos?
 
Engana-se quem pensou em vinícolas altamente industrializadas, e deduziu que estávamos falando no Novo Mundo, menos afeito a tradições e costumes.
 
Esse é um termo que chama a atenção, em um rótulo, certo? Mas por quê?
 

Vinho Pét-Nat

Muitos mercados, não somente o do vinho, assistem a uma busca por produtos naturais e elaborados por técnicas antigas, às vezes erroneamente consideradas “ultrapassadas”.
 
Sim. Enquanto é inverno em um hemisfério, é verão no outro. Até aí, nenhuma novidade. A novidade é que os verões europeus parece que andam cada vez mais “verões”!
 
Já ouviu falar em enofobia? Isso existe. É medo de vinho!
 
Há quem diga que esse é o estilo de vinho mais charmoso de todos. Que tal saber mais, então, sobre esses vinhos? 
 
Há algum motivo para a escolha de garrafas coloridas para envasar o vinho?
 
Ninguém tem problema em escolher o seu sabor de suco de fruta favorito, no restaurante, diante do garçom. Ou então em dar sua opinião sobre os diferentes refrigerantes disponíveis no mercado, durante uma conversa sem importância. O mesmo não acontece com os vinhos, já percebeu? Por que, raios, o mundo do vinho é às vezes tão intimidador?
 
Esse é um assunto que vire e mexe aparece, mas que por outro lado, é bastante evitado, também. Afinal, o que é clone de uva?
 

Prós e contras

Existem técnicas disponíveis para a produção de vinhos que são bastante controversas, capazes de gerar acaloradas discussões entre especialistas.
 
Esse artigo é para quem acha que o conhecido, bom e velho tinto argentino, elaborado com Malbec, é o limite do que essa cepa tem a nos oferecer...
 
Reunimos, aqui, algumas das polêmicas que já abordamos em outros artigos, para você se divertir, e refletir. Ou refletir, e se divertir...!
 
Algumas dúvidas a gente deixa de tirar, às vezes até por vergonha de perguntar. Aqui, não! 
 

Quem dá mais?

Comprar vinhos por meio de leilões pode ser divertido, emocionante, e até mesmo compensador, em termos de investimento.